Connect with us


Tecnologia

Google começará a pagar alguns jornais por artigos de notícias

O Google pagará pelo conteúdo de notícias de jornais selecionados como parte de um novo programa de licenciamento a iniciativa vai começar por alguns países ( Alemanha, Austrália e até no Brasil )

Publicado a

em

O Google afirma que o conteúdo dos jornais participantes do projeto farão parte de uma “nova experiência de notícias” que será lançada ainda este ano, lançando primeiro em seus serviços Google Notícias ( Google News) e Discover. Em alguns casos, o Google diz que poderá oferecer acesso gratuito a artigos pagos, pagando aos proprietários do conteúdo em nome do usuário.

O Google diz que está iniciando o programa com jornais na Alemanha, Austrália e Brasil, mas diz que há “mais por vir em breve”. De acordo com o Financial Times, os parceiros de publicação incluem alguns jornais como por exemplo:

 

“Nós estabelecemos contratos com os publicadores para abrir esses produtos jornalísticos fechados, com a anuência deles. É uma espécie de demonstração, pensada para atrair mais assinaturas para os jornais, ao mesmo tempo em que fortalece a marca de veículos relevantes e divulga informações de qualidade, de maior profundidade, produzidas por jornalistas profissionais”, afirma a coordenadora de parcerias editoriais do Google, Andrea Fornes.

 

Uma nova experiência de notícias

 

O anúncio da empresa ocorre depois que vários países intensificaram seus esforços para que o Google compense os jornais pelo conteúdo de notícias ao qual está vinculado. A Austrália apresentou recentemente planos para forçar as plataformas de tecnologia a ajudar a pagar pelo conteúdo gratuito com o qual lucram. Em abril, a autoridade de concorrência da França ordenou que o Google pagasse pelo conteúdo de editores franceses.

O anúncio do Google veio quando o Facebook acaba de lançar uma nova guia de notícias nos EUA, na qual paga alguns jornais participantes por seu conteúdo. As histórias são selecionadas por uma equipe de editores humanos e os parceiros de publicação incluem o BuzzFeed , o New York Times e o Wall Street Journal . O Facebook está procurando expandir essa guia de notícias para a Europa. O Financial Times observa que esses esquemas foram criticados por incluir apenas alguns editores e por não pagar o suficiente. Segundo informações, alguns preferem o apoio legal a essas iniciativas.

 

O que as pessoas responsáveis pelos jornais participantes no Brasil acham

 

O diretor- executivo dos Diários Associados em Minas Gerais, Geraldo Teixeira da Costa Neto, acredita que a ferramenta desenvolvida pelo Google contribuirá para a formação de leitores qualificados e cientes de que o jornalismo profissional é um instrumento de civilidade. “Sobretudo em tempos de fake news. O ambiente de circulação das notícias nunca esteve tão agitado, em tão franca expansão e tão cheio de mudanças. É natural que pessoas tenham dificuldade de distinguir o que é falso do que é seguro. Esse projeto vai ajudar nisso. É um porto seguro para o leitor”, destaca.

Já o editor do site do Correio, Humberto Rezende, afirma que a equipe do jornal está totalmente comprometida com a iniciativa. “Nossa Redação está dando especial atenção para esta iniciativa e, uma vez que o projeto seja lançado, vai selecionar para os leitores conteúdos relevantes e especiais, garantindo uma oferta de notícias com a qualidade que a nova plataforma merece”, diz.

 

Fonte: Financial Times, Jornal Estado de Minas e Correio Braziliense

 

Igor Luiz é Fundador e o Content Manager do Gadz Tech. Profissional na área de criação de web sites na internet, marketing digital, também trabalha na publicação de notícias do site.

Aparelhos Celulares

Huawei: Revela celular com lente para zoom que pode ser acoplada

Novo acessório iria expandir as possibilidades de fotografias que o Smartphones conseguem conquistar atualmente.

Publicado a

em

A partir dessa revelação, fica mais claro que a capacidade de zoom das câmeras que os celulares  da Hauwei  possui, são a prioridade da empresa. Principalmente agora, com a nova, que demonstra o objetivo de continuar como destaque entre as melhores câmeras de celulares do mercado, pois ela anunciou uma lente de zoom óptico acoplável, como um acessório para o aparelho.

 

Novo acessório

A maioria dos celulares, trabalham com um zoom óptico  limitado e precisam usar diferentes meios para gerar a aproximação da imagem, como o zoom híbrido, que mistura óptico e digital. Primeiramente para podemos entender a importância do zoom óptico, é entende-lo como um processo analógico, que aproxima a imagem “real”, usando a interpolação das lentes pra executar essa função. Entretanto o zoom digital, aumenta a imagem digital artificialmente, podendo perder qualidade no processo.

A ideia de encaixar uma lente no celular quando você quer um zoom, existe justamente porque o analógico necessita de um espaço que não condiz com o tamanho do celular. Essa nova  patente mostra uma versão de como poderia ser o design do aparelho, com lente anexada:

Zoom acoplado ao celular da Huawei

Também fizeram uma representação de como seria o celular sem o Zoom, na qual podemos perceber que na traseira texturizada, existe um conexão USB-C e uma estrutura que parece ser designada ao flash, contribuindo para a possibilidade de mais espaço pros LEDs.

 

Celular da Huawei sem o zoom acoplado

É necessário ter em mente que o produto ainda não possui garantias de que saia no mercado, pois foi realizado apenas o registro de uma ideia  a ser concebida no futuro, garantindo a patente.

Fonte: Mundo Conectado

Continue Lendo

Aparelhos Celulares

MIUI 12: Versão estável chegará hoje aos primeiros Smartphones da Xiaomi

Anunciado a três meses, nova atualização para os celulares da Xiaomi apresenta agora uma versão mais estável, chegando a modelos da marca a partir de hoje na China, com possibilidade de vir em brevepara o Brasil.

Publicado a

em

Com promessas de inovar através da nova versão do sistema MIUI 12, a Xiaomi começa a atualizar alguns dos seus principais smartphones, trazendo melhorias na utilização dos aparelhos e novidades gráficas, apresentando um novo tipo de Papel de Parede animado juntamente dos ícones que também possuem uma animação distinta, além de apresentarem uma janela flutuante como forma de facilitar o uso. Quando anunciada em abril desse ano, muitos fãs ficaram animados com a noticia, criando uma expectativa muito grande para o que esta por vir.

 

Principais smartphones que receberão a atualização

Telefones que foram selecionados para receber a nova atualização da MIUI 12

Além da interface ter recebido um novo toque no estilo, o desempenho oferecido parece agradar a quem já recebeu essa atualização, mesmo que para uma parcela bem especifica no inicio, com o objetivo de evitar qualquer complicação antes de lançar globalmente.

Publicidade

Os 13 primeiros aparelhos que serão contemplados de forma gradual a partir de hoje (28 de junho), você pode conferir na lista a baixo:

• Redmi K20

• Redmi K20 Pro

• Redmi K20 Pro Exclusive Edition

• Redmi K30

• Redmi K30 5G

• Redmi K30 Pro

• Redmi K30 Pro Zoom Edition

• Mi 9

• Mi 9 Explorer Edition

• Mi 9 Pro 5G

• Mi 10 Youth Edition

• Mi 10

• Mi 10 Pro

A partir de hoje os celulares da Xiomi passam a receber atualização da nova MIUI12 na China.

Deve-se ter em mente que por enquanto apenas os aparelhos que estão localizados na China, estão a receber essa atualização, mas a proposta é disponibilizar globalmente (incluindo o Brasil) a partir dos próximos dias. Por isso se você é um dos usuários que tem um Smartphone Xiaomi, pode ser uma ótima noticia, já que atualizações como essa são mais benéficas do que as que chegam para o Android em si, pois as funcionalidades que foram propostas são inerentes a marca Chinesa.

 

Fonte: Pplware e Androidgeek

Continue Lendo

Apps

Segundo pesquisa o celular foi usado em 44% das transações bancárias no Brasil em 2019

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou os resultados de sua pesquisa anual de tecnologia bancária e mostrou o aumento do uso de smartphones para fazer transações bancárias em 2019

Publicado a

em

Segundo os dados apontados pela pesquisa feita pela Febraban, 63% das operações bancárias foram feitas em canais digitais. Só os celulares corresponderam a 44% do total de transações do setor em todo o Brasil no ano passado.

A pesquisa foi realizada pela Deloitte sobre o ano de 2019 e aponta que o investimento do setor em tecnologia cresceu 48% na comparação com 2018. O volume de transações cresceu 11% em 2019, totalizando 89.9 bilhões de reais em operações bancárias, sendo que destas 44%, 39.4 bilhões, foram realizadas nos celulares.

Outros dados interessantes

Entre 2019 e 2019 houve um crescimento de 41% no aumento em todos os tipos de transações analisadas pela pesquisa, incluindo:

  • investimentos,
  • empréstimos,
  • transferências,
  • pagamentos de contas,
  • contratação de seguros
  • e até depósitos.

Outro crescimento muito importante identificado pela pesquisa foi com relação a aberturas de contas pelo smartphone, um aumento de 66% em 2019, com um total de 6.5 milhões. Além disso, usuários com aplicativos costumam abrir a ferramenta  em média 23 vezes ao mês.

Os dados desta pesquisa pode ser consultados na página da Febraban.

Fonte: Febraban

Continue Lendo

Mais lidas +