fbpx
Connect with us


Tecnologia

Facebook concorda em pagar R$ 160 milhões para anunciantes por erro

A plataforma forneceu número incorretos em relação à visualização de vídeos e os parceiros alegam que isso os levou a gastar mais.

Publicado

em

Métricas de vídeo incorretas levaram o Facebook a concordar em pagar cerca de R$ 160 milhões a anunciantes. A empresa forneceu informações erradas aos parceiros por 18 meses, entre 2015 e 2016. Eles, então, passaram a questionar a credibilidade dos relatórios produzidos pela plataforma e a exigir mais garantias da companhia.

Publicidade

Na segunda-feira (7), os termos do acordo foram definidos na corte distrital americana da Califórnia. A ação diz que 1,35 milhão de anunciantes podem ter sido afetados. O erro, divulgado em 2016, é produto da fórmula usada para calcular o tempo que as pessoas passavam vendo vídeos — o que levou os marqueteiros a acreditarem que o conteúdo era mais popular do que efetivamente era.

Segundo o Facebook, a imprecisão afetou apenas material publicado gratuitamente e não atingiu os anúncios pagos. Os reclamantes, entretanto, dizem que os números enganosos os levaram a gastar mais, já que tornaram a opção paga mais atraente.

Depois do ocorrido, as marcas pediram mais responsabilidade das plataformas na verificação desses números. Desde então, Facebook, YouTube e Twitter passaram a auditar as métricas e a consciência sobre a necessidade de consultoria externa cresceu: assim, as empresas não divulgam apenas dados próprios sobre o desempenho das publicações em seus domínios.

O Facebook nega as acusações, mas fazer um acordo poderá sair mais barato que enfrentar um processo longo.

“A ação não é procedente, mas acreditamos que resolver o caso é mais interessante para a empresa e os parceiros”, diz uma nota oficial.

Fonte: AdAge

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + catorze =