Connect with us


Tecnologia

Ex-chefe do Facebook diz que empresa ‘lucra em parte ampliando mentiras’

O ex-chefe da Global Elections Integrity Ops do Facebook saiu após seis meses no cargo – e agora ela está falando sobre os problemas que enfrentou ao tentar solucionar os problemas de anúncios políticos da empresa

Publicado a

em

Em um artigo no Washington Post, publicado na segunda-feira, Yaël Eisenstat, que entrou no Facebook depois de trabalhar com a CIA e a Casa Branca, diz que tentou chamar  a atenção ao problema na empresa que antecedeu as eleições de 2016. Sobre esta questão, o Facebook recentemente disse que deixaria os políticos mentirem em anúncios em nome da “liberdade de expressão”.

 

“Não achei que fosse mudar a empresa”, escreveu Eisenstat. “Mas eu queria ajudar o Facebook a refletir sobre as questões muito desafiadoras de qual papel ele desempenha na política, nos Estados Unidos e em todo o mundo, e a melhor maneira de garantir que não esteja prejudicando a democracia.”

 

Eisenstat explicou que, enquanto trabalhava no Facebook, viu em primeira mão como as ferramentas e os recursos de anúncios eram mal compreendidos pelos usuários e como a empresa recuava em quaisquer medidas sugeridas para solucionar o problema.

Ela disse que acredita que, quando a empresa aprova anunciantes políticos e fornece a eles uma marca de seleção e um rótulo “pago”, isso acrescenta credibilidade às postagens. Na realidade, o Facebook e seus parceiros não conferem nada desse conteúdo.

 

“O verdadeiro problema é que o Facebook lucra, em parte, ampliando mentiras e vendendo ferramentas de direcionamento perigosas que permitem que agentes políticos se envolvam em um novo nível de guerra de informação. Seu modelo de negócios explora nossos dados para permitir que os anunciantes segmentem pessoas personalizadas, nos mostrem uma versão diferente da verdade e nos manipulem com anúncios hiperpersonalizados – anúncios que, há duas semanas, podem conter informações descaradamente falsas e desmascaradas se eles é dirigido por uma campanha política ”, continuou ela. “Enquanto o Facebook priorizar o lucro em detrimento do discurso saudável, eles não poderão evitar prejudicar as democracias.”

 

Segundo Eisenstat, muitos de seus colegas do Facebook concordaram com seu esforço para corrigir alguns desses problemas de publicidade política. A liderança do Facebook, no entanto, não concordou.

 

“No fim das contas, eu não tinha o poder de fazer o trabalho para o qual fui contratado e saí dentro de seis meses”, diz ela.

 

Além de compartilhar sua própria experiência na empresa, Eisenstat defende o motivo pelo qual as ferramentas de transparência de anúncios do Facebook não são suficientes.

 

“A verdadeira transparência incluiria informações sobre as ferramentas que diferenciam a publicidade no Facebook da mídia impressa e da televisão tradicional e, de fato, a torna mais perigosa: posso ver se um anunciante político usou a ferramenta de audiência personalizada e, se sim, se meu endereço de e-mail era carregado? Posso ver qual público-alvo semelhante os anunciantes estão buscando? Posso ver um nome verdadeiro e verificado do anunciante no aviso de isenção? Posso ver se e como seus algoritmos amplificaram o anúncio? ”, Ela escreve. “Caso contrário, a alegação de que o Facebook está simplesmente fornecendo condições iguais para a liberdade de expressão é um mito.”

 

Eisenstat não acredita na proibição total de publicidade política, como instituíram empresas como o Twitter. No entanto, ela acredita que o tempo para o governo intervir e regular a plataforma de mídia social já está atrasado.

Fonte: Mashable

Igor Luiz é Fundador e o Content Manager do Gadz Tech. Profissional na área de criação de web sites na internet, marketing digital, também trabalha na publicação de notícias do site.

Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 7 =

Apps

IOS 14: Versão beta é disponibilizada

Apple lança nesta sexta-feira (10 de julho) o primeiro beta do iOS 14,nova versão do sistema operacional para iPhones, que pode ser usada pelo publico,

Publicado a

em

Muitas novidades são apresentadas na nova versão do IOS 14 para os dispositivos da Apple, que agora podem ser testadas no primeiro beta que foi lançado para os usuários que possuem um Iphone. Algumas delas são recursos semelhantes aos que o  Android já possuia, como widgets, biblioteca de aplicativos e até mesmo o modo Picture-in-Picture.

Para fazer parte das pessoas que receberão essa atualização, é necessário se inscrever no Apple Beta Software Program, disponível no site oficial da marca. Vale lembrar que, como se trata de uma versão de testes, deve haver problemas de instabilidades e desempenho, portanto a instalação não é recomenda para usuários comuns.

Novidades iOS 14

 

IOS 14 – Versão Beta é lançada para os usuários experienciarem

O novo iOS 14 vai apresentar uma série de recursos, esses que são familiares para quem já usou um dispositivo com o sistema Android. Dentre eles o App Library, trabalhará com uma gaveta de aplicativos para organizar melhor a tela do seu iPhone. Outro recurso que comentamos é o modo Picture-in-Picture (PIP), que permite mesmo realizando outras tarefas, assistir a um vídeo no YouTube, ou apps similares, em uma janela separada.

Publicidade

Também foi garantido que existiria outras betas além do iOS 14,  como iPadOS 14 e do tvOS 14. Até o momento ainda não foi revelado sobre as versões de testes de macOS 11 Big Sur e watchOS 7.

 

Aparelhos que receberão o Update

Lista dos aparelhos que receberão o update

Como de costume, as atualizações do iOS vão priorizar os aparelhos recentes, mas existem alguns aparelhos mais antigos que podem ser contemplados.  Veja abaixo a lista, dos 16 aparelhos previstos para receber o iOS 14:

  1. iPhone 11
  2. iPhone 11 Pro
  3. iPhone 11 Pro Max
  4. iPhone XS
  5. iPhone XS Max
  6. iPhone XR
  7. iPhone X
  8. iPhone 8
  9. iPhone 8 Plus
  10. iPhone 7
  11. iPhone 7 Plus
  12. iPhone 6s
  13. iPhone 6S Plus
  14.  iPhone SE (1ª geração)
  15. iPhone SE (2ª geração)
  16. iPod Touch (7ª geração)

 

 

 

Continue Lendo

Games

Promoção: NVIDIA anuncia Placas com Death Stranding de Brinde

Em parceria com o jogo Death Stranding, a NVIDIA anunicou ontem, dia 09, uma nova promoção na compra das placas de vídeo da série RTX. Para celebrar a chegada do game no dia 14 de julho, próxima terça-feira, todos que comprarem uma placa de vídeo dessa família levam, de brinde, uma cópia do jogo.

Publicado a

em

Em parceria com o jogo Death Stranding, a NVIDIA anunciou ontem, dia 09, uma nova promoção na compra das placas de vídeo da série RTX. Para celebrar a chegada do game no dia 14 de julho, próxima terça-feira, todos que comprarem uma placa de vídeo dessa família levam, de brinde, uma cópia do jogo.

A promoção também é válida na compra de computadores ou notebooks com essas placas GeForce RTX, com códigos resgatáveis através do GeForce Experience.

Começando de hoje até o dia 29 de julho, os códigos expiram e precisam ser resgatados até o dia 31 de agosto de 2020.

Os produtos participantes da promoção são as placas GeForce RTX 2080 Ti, RTX 2080 SUPER, RTX 2080, RTX 2070 SUPER, RTX 2070, RTX 2060 SUPER e RTX 2060.

Também participam os computadores com GeForce RTX 2080 Ti, RTX 2080 SUPER, RTX 2080, RTX 2070 SUPER, RTX 2070, RTX 2060 SUPER e RTX 2060, e os Notebook com GeForce RTX 2080 SUPER, RTX 2080, RTX 2070 SUPER, RTX 2070 e RTX 2060. Para quem já estava pensando em fazer um upgrade no vídeo de seu PC, é uma ótima chance para curtir um novo jogo por tabela.

Confira mais sobre a promoção no site oficial da promoção.

Continue Lendo

Aparelhos Celulares

Qualcomm: Snapdragon Chip 865 Plus 5G foi anunciado

Novo processador para celulares gamers , recebe um chip mobile que pode passar dos 3 GHz

Publicado a

em

Existia alguns rumores sobre a existência de um novo processador da Qualcomm, mas nesta quarta-feira o Snapdragon 865 Plus foi anunciado oficialmente. O primeiro Smartphone que irá recebe-lo é o Asus ROG Phone 3 que promete ser anunciado no dia 22 de julho durante o evento “ROG Game Changer”

Esse novo hardware conta com o núcleo Kryo 585 Prime de 3,1 GHz, com suporte a redes 5G além de prometer um processamento  mais rápido que o Qualcomm Snapdragon 865.

Características apresentadas

Asus ROG Phone 3 – dispositivo que vai receber o processador Snapdragon 865 Plus

O Snapdragon 865 Plus pretende ser uma versão com overclock do tradicional 865. Algumas de suas especificações continuam iguais como o modem Snapdragon X55 5G, oito núcleos de processamento, GPU Adreno 650, processo em 7 nm,  essa que houveram modificações que renderizarão os gráficos de maneira mais rápida.

Outro detalhe que ocorreu mudanças foi a frequência da CPU que difere na nova versão, chamada Kryo 585 Prime, que passa dos 2,84 GHz para 3,1 GHz, um aumento que pode ser interessante. A GPU Adreno 650 também foi modificada e promete renderização de gráficos 10% mais veloz.

Publicidade

Segundo a empresa que desenvolveu, a plataforma também é equipada com a quinta geração do seu sistema de inteligência artificial, o que pode gerar melhorias na eficiência em gerenciamento de energia, na forma como são processadas as fotos que são tiradas e no desempenho multimídia. Assim como o Snapdragon 865, o chip Plus tem selo Snapdragon Elite Gaming, uma certificação que garante otimização para jogos.

Outra novidade do Snapdragon 865 Plus é a plataforma FastConnect 6900, que promete atingir velocidades de conexão Wi-Fi em 3,6 Gbps, que oferece downloads de até 7,5 Gbps e uploads de até 3 Gbps, suportando tecnologias como a mmWave, sub-6 e Dynamic Spectrum Sharing (DSS).

Lançamento do novo Snapdragon

Segundo a Qualcomm, os primeiros celulares com esse novo processador, tem previsão de chegada a do terceiro trimestre de 2020. O Asus ROG Phone 3  será o primeiro do mundo que virá equipado com a nova tecnologia.

 

Continue Lendo

Mais lidas +