Connect with us


Mundo Geek

Piada Mortal: Coringa deve ultrapassar bilheteria de Deadpool na classificação para maiores de 17 anos

Coringa deve ultrapassar Deadpool como maior bilheteria de “filme para adultos”. Em sua terceira semana em cartaz no mundo, a produção estrelada por Joaquin Phoenix chegou à marca dos US$ 737.5 milhões, se mantendo na liderança nas bilheterias

Publicado a

em

Coringa pode se tornar o maior filme da história entre aqueles com classificação indicativa para maiores de 17 anos, nos Estados Unidos. Em sua terceira semana em cartaz no mundo, a produção de Todd Phillips chegou à marca dos US$ 737.5 milhões, se mantendo na liderança nas bilheterias e a passos largos para ultrapassar Deadpool.

O longa de 2016, acumulou US$ 783 milhões nos cinemas. Coringa praticamente ultrapassará a sequência, Deadpool 2, de 2018, com US$ 738 milhões arrecadados em seu lançamento original. Vale lembrar que houve um relançamento com cenas cortadas para baixar a classificação indicativa o que levou a um total final de US$ 785 milhões.

No último final de semana, Coringa deixou para trás outros sucessos para os mais velhos, que também fazem parte da lista de recordistas.

  • Matrix Reloaded (2003) era o vice-líder, com uma arrecadação global de US$ 738,6 milhões,
  • seguido de It: A Coisa (2017), com US$ 697 milhões e, por fim,
  • A Paixão de Cristo e seus US$ 622,3 milhões arrecadados em 2003.

Os valores, entretanto, são absolutos e não levam em conta a correção de inflação. O longa do Palhaço do Crime, neste último final de semana, arrecadou US$ 29,2 milhões nos cinemas dos Estados Unidos e outros US$ 77.9 milhões internacionalmente, com um total de US$ 490.3 milhões em ingressos fora de seu país de origem. Porém, ele ainda é a quarta maior bilheteria internacional (US$ 490 milhões) de um filme baseado em personagem da DC Comics, ficando atrás de:

  • Batman Vs. Superman: A Origem da Justiça (US$ 537 milhões),
  • O Cavaleiro das Trevas Ressurge (US$ 636,3 milhões)
  • e o recordista, Aquaman (US$ 811,1 milhões).

A expectativa é que Coringa chegue a uma arrecadação total de US$ 900 milhões, se tornando não apenas o recordista entre filmes para maiores de 17 anos, como também o maior lançamento da história da DC Comics. Há, ainda, quem acredite que a marca do US$ 1 bilhão está ao alcance das mãos, colocando o longa, também, entre as 50 maiores bilheterias da história do cinema.

Entretanto, a chegada de grandes nomes aos cinemas dos Estados Unidos e do mundo nas próximas semanas deve ajudar na desaceleração desse crescimento. Malévola: Dona do Mal, por exemplo, chegou nesta semana e, em 1º de novembro, estreia outra grande aposta, O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, ambos reduzindo o número de salas disponíveis para o Palhaço e, também, competindo pela atenção do público.

Igor Luiz é Fundador e o Content Manager do Gadz Tech. Profissional na área de criação de sites, marketing digital e trabalha na publicação de notícias do site.

Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − cinco =

Games

Ubisoft: Acusações de Assédio dentro da empresa levam a processos na França

Empresa de games recebe várias denuncias sobre assédio dentro da empresa.

Publicado a

em

O sindicato frances, Solidaires Informatique, abriu um processo coletivo que vai contra a Ubisoft, por conta de diversas alegações de assédio, racismo e abuso sexual cometidos por diversas pessoas importantes de dentro da companhia, acontecendo no ambiente de trabalho.

Processos e acusações

Ashraf Ismail, Diretor de Assassin’s Creed esta entre um dos acusados por Assédio

O sindicato esta convidando a todas vítimas que sofreram assédio dentro da Ubisoft, assim como qualquer outra empresa que tenha interesse em participar, que entre em contato com a entidade, de forma a montar o caso para ser enviado à corte, prometendo total sigilo a todos os envolvidos.

Enquanto isso o sindicado exige que a empresa de jogos, responda sobre as acusação antes de ser levada à corte, evitando assim complicações futuras.

Esse processo só esta acontecendo pois houveram diversas acusações feitas contra varias pessoas da empresa, como o próprio diretor de Assassin’s Creed: Valhalla, Ashraf Ismail.

Publicidade

Também estão em alvo os executivos Serge Hascoet, Yannis Mallat, Cecile Cornet entre outros. Maxime Beland, diretor que foi o criador de Splinter Cell e Rainbow Six, que deixou a companhia em 2019 mas retornou no início de 2020 também esta sendo acusado. Todos os nomes mencionados se afastaram da empresa após as denúncias e assédio.

Casos mencionados

John Boyega é mesionado com nomes pejorativos durante reuniões da empresa

Entre as diversas acusações, estão casos em que, durante uma apresentação de um game dentro da empresa, essa que estava sendo feito por uma mulher, um dos executivos tocou uma música obscena sobre atos sexuais com uma mulher que também possui o mesmo nome apresentadora, em um momento em que ela estava ausente, pausando a música assim que ela retornou.

Outros casos incluem racismo, como um dos executivos se referia ao ator John Boyega (Finn de Star Wars) por nomes pejorativos. Além de casos dentro da franquia Assassin’s Creed.

Palavras do CEO

Yves Guillemot CEO da Ubisoft

Yves Guillemot, CEO da Ubisoft, comentou sobre o assunto, mas sua abordagem foi de forma mais aberta dizendo:

“Sempre que somos informados sobre má conduta, nós tomamos decisões realmente difíceis e garantimos que essas decisões tenham um impacto positivo e claro, assim, isso é muito importante.”

“E agora se tornou claro que certos indivíduos traíram a confiança que eu tinha neles e não agiram de acordo com os valores compartilhados da Ubisoft.”

Ficaremos no aguardo enquanto acompanhamos o caso, para saber como tudo isso vai desenrolar. E o que acontecerá com seus acusados e com suas vítimas.

Fonte: MeuXbox

Continue Lendo

Informática

Twitch: Adolescente gasta quase 20 mil dólares em doações com cartão da mãe

Console é reimaginado por fã na versão do filme The Batman, que ainda esta em fase de produção.

Publicado a

em

Fãs que costumam assistir a transmissões na Twitch, podem ajudar os seus streamers favoritos com doações monetárias, seja por cartão de crédito ou débito. Um caso ficou bastante famoso recentemente, na qual uma mãe que contou ao site Dot Esports, sobre seu filho que havia doado quase 20 mil dólares ao longo de 17 dias, para alguns streamers famosos que ele seguia na Twitch.

O adolescente em questão teve acesso ao cartão de débito da mãe, sendo que o valor em questão dizia respeito a “anos de poupança”.

Contato com a Twitch

A doação indevida feita pelo jovem, coloca em pauta sobre outros casos que acontecem com frequência na plataforma

As doações haviam sido feitas , foram para  streamers populares da Twitch, tais como Tfue, Gorb, Ewokttv, assim como estrelas do esporte que foram fazer parte da plataforma devido ao isolamento da COVID-19, como Kurt Benkert, o quarterback da Atlanta Falcons e Meyers Leonard do Miami Heat.

O que foi mais complicado nessa situação para a mãe, foi mesmo tentar entrar em contacto com alguém da plataforma Twitch, pois ela sentia como se fosse “bater contra uma parede”.

“Foi a coisa mais frustrante”, segundo ela, relatando seu episodio ao tentar preencher todo o formulário online, enviando e-mails registados ao CEO Emmett Shear e até mesmo a equipe legal da Amazon, que é dona da plataforma.

Final Feliz

Xsolla empresa parceira da Twitch

Mesmo depois de todos esses obstáculos, grande parte da quantia gasta pelo jovem já foi creditado na sua conta, graças ao contacto com a Xsolla, a empresa responsável pelos pagamentos em parceria com a Twitch.

Todas as transações feitas pelo rapaz, aos poucos foram restituídas (exceto o pagamento das despesas bancárias). Agora a mãe teve de se comprometer a manter encerrada a conta da Twitch usada nas doações, de forma permanente, para evitar que futuras novas transações ocorram sem autorização.

Tudo isso graças a usuários do Reddit, que  sugeriram a mãe do adolescente que entrasse em contacto com a empresa responsável pelo sistema de pagamento do Twitch, a Xsolla, recuperando grande parte do dinheiro doado.

Continue Lendo

Mundo Geek

PS5: Console é recriado por fã com visual do Batman

Console é reimaginado por fã na versão do filme The Batman, que ainda esta em fase de produção.

Publicado a

em

Em homenagem ao morcego mais famoso da DC e à aproximação de novidades sobre novas adaptações de Batman tanto nos cinemas quanto nos games , que é sem  dúvidas, umas dos mais populares personagens da história, um fã criou uma versão temática do consola da Sony que esta para chegar ainda esse ano, o PlayStation 5, dedicado ao “The Batman”.

Console Customizado

Fãs espalhados por todo mundo podem em uma de suas inspirações criar ótimas representações, tanto em conceitos ou em artes demonstrativas. Um bom exemplo é a publicação do usuário do Twitter XboxPope, que reimaginou uma versão do PlayStation 5, com o tema do The Batman.

Como você pode ver na imagem, é mostrado metade do rosto do herói, que aparece na lateral do videogame e controle. As também utiliadas, criam um clima bem interessante para o conceito criado pelo fã.

Publicidade

Assim que a PlayStation 5 for lançado no mercado, é bem provável que vá surgir versões temáticas para acompanhar os grandes lançamentos de cada jogo. O mesmo já aconteceu com Marvel’s Spider-Man no Ps4 Pro, por exemplo, mas é isso não costuma acontecer na fase do lançamento.

Dessa forma teremos que aproveitar apenas o design original branco da PS5, que ainda não tem data definida para estar presente nas lojas de todo o mundo.

Continue Lendo

Mais lidas +