UAI
Connect with us


Mundo Geek

[ Joker ]: Diretor Todd Phillips comenta sobre a cena final do filme

Coringa já se tornou um dos maiores sucessos da DC nos cinemas que conta a origem do icônico vilão do Batman e mostra  o perfil psicológico do personagem como parte fundamental da trama

Publicado a

em

O diretor do longa, Todd Phillips, foi questionado sobre um momento específico do filme e comentou o significado da sequência final.

Atenção: Abaixo terá spoiler

Após o vilão do filme ser preso no Arkham State Hospital, ele passa por uma avaliação com uma médica que questiona o motivo da sua risada. Ele responde “Você não entenderia”, e o filme se encerra com Arthur Fleck correndo pelos corredores do hospital. Phillips explicou que essa frase pode ter diversas interpretações.

“Quando [o roteirista] Scott Silver e eu nos sentamos para escrever, sabíamos o suficiente sobre os quadrinhos”, disse Phillips. “Eu li quando era criança e sabia que ele [Coringa] não tinha uma história de origem. Também não quero dizer se é real ou não, porque acho que é parte da diversão. Mostrei a muitas pessoas e todas tiveram uma reação diferente. Algumas disseram: ‘Entendi a última frase do filme como uma piada que ele estava contando’. A piada seria a história do filme? A piada seria alguma coisa importante? A ideia é que não gostamos de responder a essas perguntas porque é bom ver as diferentes coisas que as pessoas tiram delas”, explicou o diretor.

 

Phillips optou em deixar a dúvida no ar. Para ele, como o Coringa sempre teve diversas origens, explicar o fim do filme seria ir contra o conceito do próprio personagem.

“Essa foi a ideia, a ideia de que todo o ‘meu passado é múltiplo'”, afirmou Philips. “Eu gosto de pensar no meu passado como múltipla escolha, é um pouco como ‘Espere, isso aconteceu?’. É realmente divertido quando você faz um filme com um narrador não confiável. Não existe outro narrador não confiável como o Coringa, e acho que isso ajuda a reação das pessoas em relação ao filme; eu gosto que as pessoas não saibam o que aconteceu. Há certas coisas que, se você vir de novo, notará sobre a sala branca no fim, que meio que começa no começo”, concluiu Phillips.

Igor Luiz é Fundador e o Content Manager do Gadz Tech. Profissional na área de criação de sites, marketing digital e trabalha na publicação de notícias do site. Email de contato: [email protected]

Mundo Geek

Elon Musk: Pretende estabelecer redomas habitáveis em Marte

Bilionário pretende trazer ideia provinda de Ficção Cientifica a tona, habitando o planeta vermelho.

Publicado a

em

Já não é de agora que Elon Musk possui planos para levar os seres humanos para martes. Recentemente ele declarou que pretende criar redomas, parecida com iglus, feitos de vidro para essa finalidade.

Depois de varias ideias de missões, muitas vezes parecidas com a ficção cientifica, o CEO da SpaceX quer levar um milhão de pessoas a Marte até 2050. Essa novidade foi revelada através de um tuíte recente de Musk, é que a vida por lá estaria restrita a redomas de vidro que serão terraformadas “para suportar vida” uma espécie de simulação da Terra.

Plano de Elon Musk para Marte

Ideia aproximada de como seria as redomas de Elon Musk

O processo todo envolve a modificação da atmosfera, temperatura, ecologia e topografia para suportar um ecossistema como o nosso aqui da terra. Claro que esse conceito ainda é hipotético proveniente das ideias de Elon Musk.

Publicidade

Esse plano possui diversos desafios. Em uma análise recente, especialistas concluíram que podem ser necessárias 3.500 ogivas nucleares explodindo diariamente para aumentar a pressão atmosférica de Marte a níveis respiráveis.

E mesmo que isso seja possível um dia, ainda existe outro obstáculo pela frente: a radiação resultante dessas explosões tornariam a superfície completamente inabitável. Se tudo correr de acordo com o ambicioso plano de Musk, a primeira nave espacial do empresário deverá chegar ao Planeta Vermelho em 2024.

Continue Lendo

Games

Microsoft compra Bethesda por 7,5 Bilhões

O valor é a maior aquisição da história na indústria dos games e três vezes superior ao que a Microsoft pagou pela aquisição da Mojang Studios, produtora de Minecraft, em 2014.

Publicado a

em

Na manhã desta segunda-feira, recebemos uma noticia que chamou muita atenção da comunidade gamer. A Microsoft anuncia a aquisição da Bethesda e da sua empresa-mãe a ZeniMax Media.

Dessa forma, várias franquias aclamadas como The Elder Scrolls, Fallout, Doom, Wolfenstein, Dishonored, The Evil Within, Prey e outras passam a pertencer a Microsoft e no decorrer dos próximos meses estarão participando do catalogo do Xbox Game Pass para console e Windows 10.

Resultado da Aquisição

Segundo Phil Spencer para a Voxel, a exclusividade de jogos da Bethesda será analisada ‘caso por caso’

Segundo notas à imprensa, a compra foi realizada por US$ 7,5 bilhões — aproximadamente R$ 41 bilhões — e ainda está em fase de fechamento, que deve se estender até a segunda metade do ano fiscal de 2021.

Segundo Pete Hine, vice-presidente de relações públicas e marketing da Bethesda Softworks, o que vai mudar daqui pra frente, após a compra é o acesso a mais recursos para tornar a Bethesda ainda melhor na produção de suas franquias, mas eles continuam com independência para produzir e publicar seus jogos.

Todos os próximos games das principais franquias também devem aparecer no Xbox Game Pass, que já registra mais de 15 milhões de assinantes.

Publicidade

Ainda não há informações sobre o lançamento de jogos exclusivos que foram anunciados para a Playstation, mas segundo Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, apontou que está empolgado com o cronograma de futuros jogos da Bethesda, que inclui tanto títulos anunciados como outros ainda desconhecidos pelo público.

O executivo citou diretamente StarField, que é uma aventura espacial que está sendo desenvolvida pela Bethesda Game Studios, esse que foi um dos primeiros jogos que foi  anunciados para a nova geração de consoles ainda em 2018.

Fonte: TechTudo e Xbox

Continue Lendo

Games

Cyberpunk 2077: Nova transmissão Night City Wire será exibida hoje (18/09)

Novas informações sobre o novo jogo da Cd Projekt Red serão revelados hoje na transmissão ao vivo que esta para acontecer.

Publicado a

em

O lançamento de Cyberpunk 2077 está cada vez mais próximo de acontecer, e muitos jogadores têm esperado ansiosamente para que a CD Projekt Red anuncie as especificações do game para PC. No dia (16/09), através de um tweet da desenvolvedora, ficamos sabendo que teremos uma transmissão ao vivo de mais um “Night City Wire”, o que pode revelar esta informação.

Night City Wire

Segundo a publicação, o terceiro Night City Wire marcado para hoje (18 de setembro), irá mostrar um tour da cidade do jogo, mais informações sobre as gangues, e em vez de falar sobre as músicas, vai abordar algo que muitos fãs andam pedindo.

Mesmo ainda sem informações sobre os requisitos necessários para PC, vale lembrar que o título está programado para a próxima geração, e também receberá a tecnologia Ray Tracing, então podemos esperar configurações mais robustas.

Cyberpunk 2077 esta programado para ser lançado para PS4, Xbox One e PC no dia 19 de novembro, recebendo upgrades gratuitos para PlayStation 5 e Xbox Series X para aqueles que adquirirem as versões da geração atual.

Fonte: TecMundo

Continue Lendo

Mais lidas +