Connect with us

Informática

AirPods Pro: Veja o que faz com que ele seja o mais buscado entre os fones de ouvido atuais

Os AirPods da Apple têm muitas características interessantes que conseguiram novamente ditar uma nova tendência. Com isso seus concorrentes começaram a mudar e inovar os acessórios, porém existe uma característica que faz do fone da Apple largar na frente ainda. Veja o teste que foi feito

Publicado

em

Os AirPods da Apple têm muitas características interessantes conseguiram novamente ditar uma nova tendência. Devido o lançamento, os fones auriculares do mercado começaram a mudar e inovar os acessórios ou por conta dos designs mais atrativos ou por fones cheios de funcionalidade, parecendo mais um canivete suíço.

Publicidade

O que tem nos AirPods Pro que diferenciam dos demais?

Por mais que todos gostemos da conveniência dos AirPods e forçarem os outros fabricantes a seguir a tendência e criar novos dispositivos, ainda os concorrentes não conseguiram chegar a “perfeição” do Pro. Estamos falando da  chamada latência.

Na prática, latência é o atraso entre o momento em que um som é produzido pelo smartphone e o momento em que chega aos auriculares sem fio. Aliás, é a por isso que editores de vídeo preferem não utilizar fones sem fio.

Agora, uma experiência recente realizada pelo programador e compositor Stephen Coyle, revela que embora os AirPods não sejam propriamente semelhantes aos fones com fios em termos de latência, melhoraram bastante desde a primeira geração.

Através de duas aplicações para medir a latência, o teclado iOS e a aplicação Tapt que se destina a testes,  o programador Coyle mediu os números médios de latência dos AirPods de 1ª geração, 2ª geração e os mais recentes AirPods Pro:

  • AirPods primeira geração: 274ms,
  • AirPods segunda geração: 178ms
  • e AirPods Pro: 144ms.

De fato, houve uma diminuição significativa com relação  da latência do AirPods primeira geração para o Pro. Entretanto para  reprodução de vídeo simples que é o que a maioria de nós fazemos não há qualquer problema. É que a maioria destas apps deve ser inteligente o suficiente para atrasar a reprodução de vídeo. Apenas o suficiente para compensar a diferença de latência.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 18 =

%d blogueiros gostam disto: