Connect with us


Games

Infinity Ward redobra esforços para proibir nomes racistas no Call of Duty

Depois de receber inúmeras críticas, a Infinity Ward promete reforçar a proibição de nomes racistas nos jogos Call of Duty

Publicado a

em

Após os protestos em todo os EUA após a morte de George Floyd, os membros da comunidade do Call of Duty destacaram a presença de nomes racistas e odiosos nos jogos do Call of Duty, incluindo nomes que se referem diretamente à morte de Floyd. A Infinity Ward anunciou que adicionará novos recursos para proibir nomes racistas em seus jogos do Call of Duty.

Em um tweet publicado em sua conta oficial de mídia social, a empresa anunciou medidas adicionais para garantir que usuários com nomes racistas e orientados ao ódio sejam banidos de seus servidores e jogos. O estúdio diz que, embora já proíba os usuários por nomes ofensivos, haverá medidas adicionais para garantir que os nomes racistas não passem por seus filtros.

Isso inclui adicionar:

  • Recursos adicionais para monitorar e identificar conteúdo racista,
  • Encontrar sistemas adicionais de relatórios no jogo para aumentar o número de proibições por hora,
  • Adicionando filtros e maiores restrições às alterações de nome,
  • Avaliar melhorias no jogo para facilitar a denúncia de ofensas,
  • e Aumentar proibições permanentes para erradicar reincidentes .
A Infinity Ward se posicionou sobre racismos em seus jogos

A Infinity Ward se posicionou sobre racismos em seus jogos

Em uma declaração, a Infinity Ward diz:

“Não há lugar para conteúdo racista em nosso jogo. Este é um esforço que começamos com o lançamento e precisamos fazer um trabalho melhor. Estamos emitindo milhares de proibições diárias de nomes racistas e orientados ao ódio. Mas sabemos que temos mais o que fazer. ”

Embora a Activision tenha anunciado seu apoio ao Floyd e à comunidade negra, além de atrasar a próxima temporada , também chamou a atenção para a presença desses nomes racistas em seus jogos de Call of Duty. A Infinity Ward encerrou sua mensagem dizendo: “Pedimos desculpas aos nossos jogadores. Esse é o nosso compromisso com vocês, fãs, obrigado. ”

 

Igor Luiz é Fundador e o Content Manager do Gadz Tech. Profissional na área de criação de sites, marketing digital e trabalha na publicação de notícias do site.

Anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =

Games

Cyberpunk 2077: Nova transmissão Night City Wire será exibida hoje (18/09)

Novas informações sobre o novo jogo da Cd Projekt Red serão revelados hoje na transmissão ao vivo que esta para acontecer.

Publicado a

em

O lançamento de Cyberpunk 2077 está cada vez mais próximo de acontecer, e muitos jogadores têm esperado ansiosamente para que a CD Projekt Red anuncie as especificações do game para PC. No dia (16/09), através de um tweet da desenvolvedora, ficamos sabendo que teremos uma transmissão ao vivo de mais um “Night City Wire”, o que pode revelar esta informação.

Night City Wire

Segundo a publicação, o terceiro Night City Wire marcado para hoje (18 de setembro), irá mostrar um tour da cidade do jogo, mais informações sobre as gangues, e em vez de falar sobre as músicas, vai abordar algo que muitos fãs andam pedindo.

Mesmo ainda sem informações sobre os requisitos necessários para PC, vale lembrar que o título está programado para a próxima geração, e também receberá a tecnologia Ray Tracing, então podemos esperar configurações mais robustas.

Cyberpunk 2077 esta programado para ser lançado para PS4, Xbox One e PC no dia 19 de novembro, recebendo upgrades gratuitos para PlayStation 5 e Xbox Series X para aqueles que adquirirem as versões da geração atual.

Fonte: TecMundo

Continue Lendo

Games

Apple: Empresa acusa Epic Games por ataques coordenados contra plataformas

O conflito de interesses por ambas as empresas continua progride para a segunda fase no tribunal de justiças.

Publicado a

em

Existe uma disputa acirrada nos tribunais, entre a Apple e Epic Games,  por conta dos aplicativos que continuarão ou não na plataforma da maçã prateada.

Isso esta acontecendo por conta do inicio da segunda fase do processo da desenvolvedora contra a gigante Apple, na qual essa que está focada em realizar sua defesa e justificar algumas das ações realizadas nos últimos meses.

Ataque coordenado da Epic Games

Mesmo tentando manipular a Apple, ela não da o braço a torcer e até hoje tenta encontrar um denominador comum para voltar a ter o game Fortnite na plataforma.

Agora o que também esta em jogo é a justificativa da Apple descrevendo em seu depoimento, sobre como a Epic realizou um ataque coordenado para que outras plataformas realizassem ações que multipliquem o próprio lucro.

Esta acusação foi feita por Mike Schmid, chefe de desenvolvimento de negócios de jogos da Apple para a App Store e ratificada por Florian Mueller da Foss Patents, desenvolvedor de aplicativos e jogos.

Publicidade

Segundo eles “A Apple anexou várias declarações (incluindo duas que são basicamente relatórios de especialistas econômicos) ao documento de oposição. Antes de discutir o resumo da Apple como um todo, e as outras declarações, gostaria de destacar o que não é nada menos que uma acusação bombástica de intimidação que acabei de encontrar em uma declaração juramentada de Mike Schmid, chefe de desenvolvimento de negócios de jogos da Apple para a Loja de aplicativos”.

Mike também afirma que o jogo Fortnite só ganhou a popularidade atual por conta da Epic que ficou impulsionando ao máximo para garantir que ia ter autoridade suficiente para pressionar as plataformas a mudarem as regras das taxas de hospedagem, seja mobile ou até mesmo em consoles, para evitar perdas em seu lucro que é altíssimo.

Isso foi explicitamente contra as regras do PlayStation e a Epic empurrou o PlayStation para uma situação difícil com sua própria base de usuários, onde foi forçada a fazer uma mudança significativa nos termos da Epic, não nos seus próprios.

Aproveitando-se das vantagens dos serviços de conteúdo gamer, a Epic Gamers também é acusada de realizar a campanha #FreeFortnite, “forçando” a Apple para que as regras da App Store sejam mudadas, e não visando dar a melhor resolução do problema para os próprios jogadores.

Continue Lendo

Games

Kena: Bridge of Spirits foi adiado para 2021

O jogo que era muito esperado, que foi revelado para a PlayStation 5, agora não será lançado junto ao console.

Publicado a

em

O novo console da Sony, o PlayStation 5, tem data prevista de lançamento para meados de novembro. Junto a ele, são vários os jogos novos que vão fazer parte do seu catálogo e entre eles estaria Kena: Bridge of Spirits da Emberlab. Infelizmente o jogo antecipado por muitos acaba de anunciar que somente estará disponível em 2021.

Kena: Bridge of Spirits

Até então esse jogo de aventura estava previsto para PC e PlayStation 5 este Natal de 2020, mas no intuito de polir ainda mais, o estúdio resolveu dar um pouco de mais tempo, aproveitando a mensagem para partilhar o entusiasmo e suporte recebido pelos fãs desde a sua revelação, no primeiro Showcase da PlayStation 5, em junho desse ano.

Publicidade

Além da PlayStation 5, Kena: Bridge of Spirits será lançado também no PC e na PlayStation 4.

Continue Lendo

Mais lidas +