Connect with us

Games

CPU trapaceando? Jogador provou em Street Street Fighter 2 que a máquina também apela

Todo mundo já pensou em algum momento no game em que perdeu uma partida que a máquina estava roubando. Pois bem, você na maioria das vezes estava certo. Um jogador fez um vídeo mostrando que a máquina estava roubando mesmo. Entenda como.

Publicado

em

Todo mundo já teve aquele momento que estava jogando algum game, qualquer um, perdeu uma partida e deu aquele grito de pura raiva e frustração: “Esse jogo tá me roubando!”. Pois quer saber uma novidade? As vezes, o game estava realmente roubando!

Publicidade

O canal de youtube Desk, especializado em jogos de luta, fez uma extensa análise de diferentes versões de fliperama de Street Fighter II, chegou a uma conclusão: A CPU rouba nas lutas, e rouba muito! Durante uma partida, a CPU pode se comportar de muitas maneiras diferentes que vão totalmente contra as “regras” do próprio game, fazendo com que o jogador tenha uma chance maior de perder, independente de sua habilidade.

Confira abaixo o vídeo, que mostra todas as jogadas sujas que o game faz:

 

 

Confira as trapaças

O vídeo mostra em detalhes várias das trapaças que o jogo usa para derrotar o jogador:

  • Invencibilidade temporárias, simplesmente anulando ataques do jogador.
  • O tempo de atordoamento da CPU após receber muitos golpes é reduzida a 1/5 do tempo que um jogador humano sofreria, simplesmente recuperando o personagem da CPU instantaneamente.
  • Agarrões em que a CPU pode segurar o jogador e drenar toda sua barra de HP, pois é capaz de “pressionar” botões em velocidades impossíveis para humanos.
  • O game ainda pode simplesmente ignorar a defesa dos jogadores em diferentes situações.
  • E por fim, a trapaça das trapaças: O game pode instantaneamente usar ataques especiais que precisam de tempo para serem carregados, como o Flash Kick de Guile. Para usar esse golpe você deve segurar baixo por 2 segundos, cima e chute. A CPU pode fazer isso sem precisar sequer fazer o personagem agachar, muitas vezes chegando até a fingir que está agachando antes de executar o golpe!

Não é segredo para ninguém que arcades e fliperamas eram construídos para vencerem o jogador na maior parte do tempo, com games dificílimos como jogos de luta e clássicos como Metal Slug, em que o jogador morria muito. Afinal, seus objetivos eram sugar o máximo de fichas dos jogadores. Porém agora, você pode bater a mão no peito e falar que aquele jogo que te roubou algumas fichas, realmente pode ter te roubado!

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 7 =

%d blogueiros gostam disto: