Connect with us


Celulares & Tablets

Celulares pré-pago podem ser cancelados em 17 Estados se usuários não atualizarem seus dados nas operadoras. Entenda

Usuários que têm linha de telefonia móvel pré-paga começaram a ser convocados a fazer a atualização dos seus dados cadastrais junto às operadoras contratadas. Veja como fazer esta atualização

Publicado

em

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e as operadoras de telefonia do Brasil começam nesta segunda-feira (2) uma nova fase da atualização cadastral de donos de celulares pré-pagos.

Publicidade

O objetivo é dificultar a criação de novas linhas pré-pagas com dados básicos de um cliente, o que reduz as chances de golpes ou fraudes e mantém dados pessoais dos consumidores devidamente confirmados nas empresas.

Essa é a terceira fase do plano e a previsão é de que ele seja finalizado em 16 de novembro de 2020.

Confira os Estados contemplados para a terceira fase do plano:

  • Alagoas,
  • Espírito Santo,
  • Maranhão,
  • Piauí,
  • Rio Grande do Norte,
  • Amapá,
  • Amazonas,
  • Bahia,
  • Ceará,
  • Pará,
  • Paraíba,
  • Pernambuco,
  • Rio de Janeiro,
  • Roraima,
  • Rio Grande do Sul,
  • Sergipe
  • e São Paulo.

Como funciona

No começo do procedimento:

  1. você receberá uma mensagem da operadora via SMS, voz ou notificação no celular.
  2. No conteúdo, há instruções sobre como proceder para enviar as informações faltantes ou apenas confirmar alguns números — o que normalmente envolve você ligar para um telefone fornecido pela prestadora de serviços.
  3. Antes de seguir, verifique se o número é de fato pertencente à empresa.

Se preferir, você pode ligar diretamente para a operadora antes mesmo de qualquer mensagem e conferir se os seus dados estão corretos. A participação é obrigatória: quem receber a notificação e não fizer a atualização pode ter a linha bloqueada. Você pode conferir todos os detalhes do plano no site da Anatel.

O plano completo de atualização cadastral começou em abril de 2019 e os primeiros estados começaram a atualização em agosto, com a Fase 2 ainda em andamento até outubro. Depois da conferência, as operadoras e a Anatel vão divulgar novas medidas a serem adotadas em 2020, que podem envolver validação de documentos e informações digitalizadas.

Fontes

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 5 =