Connect with us

Apps

Google retira da Play Store apps usados para espionar pessoas

Empresa de segurança Avast achou 7 stalkerwares na Play Store, do Google. Segundo o Google, vários aplicativos na Play Store após a empresa de cibersegurança Avast ter identificado como inseguros. CONFIRA A MATÉRIA e veja quais são…

Publicado

em

Google remove aplicativos na Play Store após o AVAST ter identificados como inseguros e/ou invasivos

O Google removeu vários apps da Play Store após a empresa Avast, de cibersegurança, ter encontrado apps maliciosos que permitia que pessoas monitorassem funcionários, cônjuges ou crianças.

Publicidade

Os sete aplicativos — identificados como Track Employees Check Work Online Spy Free, Spy Kids Tracker, Phone Cell Tracker, Mobile Tracking, Spy Tracker, SMS Tracker, and Employee Work Spy foram capazes de coletar informações, incluindo localização, contatos, registros de chamadas e o conteúdo de mensagens de texto.

De acordo com o Bleeping Computer, estes apps capazes de interceptar mensagens enviadas em serviços de bate-papo criptografados, como WhatsApp e o Viber, se o dispositivo for alvo de root. A Avast diz que os sete aplicativos foram instalados mais de 130 mil vezes e incluíam instruções sobre como “desinstalar qualquer coisa perceptível ao proprietário do telefone”, tornando-os ideais para perseguição. Tudo o que fosse necessário para acessar o dispositivo em questão.

O app Employee Work Spy, permitia que empregadores monitorassem os movimentos e atividades de suas equipes durante as horas de trabalho, segundo a Avast:

Descobrir um funcionário qualificado é só parte da tarefa. O grande desafio é mantê-lo fiel à empresa e à sua missão. Muitos funcionários podem estar apenas enrolando durante as horas de trabalho. É comum haver espionagem de crianças, mas funcionários precisam de um controle restrito.

De acordo com a matéria da CNET, o Google removeu quatro apps na terça-feira (16) e os três restantes nesta quarta-feira, após o alerta da Avast e depois de determinar que eles violam as politicas da loja. Em suas páginas na Play Store, (já removidas) mostrava que o Spy Tracker, por exemplo, tinha muitas avaliações de pessoas que instalaram no smartphone de seus cônjuges sem o consentimento delas. Outra página em cache do SMS Tracker contém uma resenha na qual um usuário afirma que o desenvolvedor é um “hacker profissional ético” antes de mencionar que o aplicativo o ajudou a “a acompanhar remotamente as mensagens do meu cônjuge”.

%d blogueiros gostam disto: