Connect with us

Celulares & Tablets

Apple é multada em 2 milhões pelo PROCON-MG por problemas nos iPhones, entenda o caso

Os aparelhos da Apple pararam de funcionar após a atualização para a versão 11.3.1 do sistema operacional iOS e a Apple parou de fazer a troca e informou que era problema de “mau uso”

Publicado

em

A Apple no Brasil foi multada em R$ 2,07 milhões pelo Procon de Minas Gerais por problemas detectados no iPhone 7 e iPhone 7 Plus. O microfone dos aparelhos parou de funcionar após a atualização para a versão 11.3.1 do sistema operacional iOS, conforme descreve a decisão administrativa.

Advertisements

Quando começou o problema?

A versão do software foi liberada em abril de 2018 e, desde então, vários consumidores registraram queixas sobre o mesmo defeito no Procon e em sites especializados em reclamações. Após atualizarem seus aparelhos, eles constataram que os dispositivos paravam de captar áudios, o que prejudicava o funcionamento do aparelho.

Nos primeiros meses a Apple argumentou que o problema estava no hardware e para resolvê-lo, seria necessário trocar um componente do smartphone ou pagar R$ 1.700 para ter um aparelho novo, explicou o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor Fernando Ferreira Abreu. Como a maioria das pessoas não tem conhecimento profundo em tecnologia, comenta Abreu, acaba confiando na assistência técnica.

“Muita gente mandou arrumar ou trocou de aparelho. Como a reclamação não foi registrada nos canais oficiais, a gente fica sem saber o número exato [de afetados pela falha]” . Disse Fernando Ferreira Abreu, promotor de Justiça de Defesa do Consumidor .

Para o promotor, porém, o aumento do número de queixas após a atualização é suficiente para demonstrar a relação de causa e efeito. Além disso, diz ele, a Apple não apresentou “provas do alegado ‘mau uso’ do microfone e ‘acidentes’ supostamente ocorridos”.

“além de ter colocado no mercado produto impróprio, defeituoso, não adotou as providências cabíveis para sanar os problemas ocorridos [e respeitar], assim, o artigo 12 da Lei nº 8.078/90 – Código de Defesa do Consumidor”. Disse o Procon-MG sobre a Apple

Os R$ 2,07 milhões da multa serão destinados ao Fundo Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor. A empresa ainda pode recorrer. Se, ao final de todo o processo, a Apple perder a ação, abrirá um precedente para resolver os problemas de cada consumidor, avalia o promotor.

Para ajudar a embasar a decisão que levou à multa milionária, o Procon citou processos judiciais movidos contra a Apple pelo mesmo motivo nos estados norte-americanos da Califórnia e de Illinois. Nesses dois locais, as falhas ocorreram após a atualização do software.

Igor Luiz é Fundador e o Content Manager do Gadz Tech. Profissional na área de criação de web sites na internet, marketing digital, também trabalha na publicação de notícias do site.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 6 =

%d blogueiros gostam disto: